The Blind Side

Banksy
Banksy

O Corpo já foi Prometido, Mas a Alma Continua a Evoluir o Individuo, Descartáveis Que Nem Copos, Danificamos o Veiculo, Uns Condizem Que Nem Loucos, Enquanto Outros Procuram pelo Discípulo, Impressões Mal Impressionadas, Tenho Boas Intenções Mais São Mal Direcionadas, é Como Estar Acordado Num Sonho a Ver-me Sonhar, a Questão é Porque Que Estou Sempre a Voar? Vejo O Meu Corpo Suspenso No Ar, Enquanto o Sol Vai Implantando Novos Pensamentos, Através Dos Raios Solar.

Sinto a Mente a Desintegrar-se, Eu Estou No Controlo, Mas Sinto O Controlo a Evaporar-se, Sonhos Mais Reais Que a Própria Realidade, A Lucidez Não Dorme, Pois Ela Desperta Com a Minha Curiosidade. Deslumbro As Margens Do Limbo Num Sentido Figurado, Busco o Que Esta Perdido, Mas Não Pode Ser Achado, a Esperança Não Passa De Uma Palavra Que Desvencilhar-se, Na Boca De Todo o Ser Atormentado, Parece Que Acordei No Pesadelo, Onde Jesus Estava a Ser Crucificado.

O Sol é Apenas Uma Encarnação da Lua, Eclipses São Dimensões Independentes, De Dor e Amargura, A Terra Não Passa De Um Jardim Rodeado De Crianças, Procurando Alcançar a Sua Criancidade, a Maturidade é Uma Loucura Para Quem Procura Reentregar a Verdade, o Poder Esta Na Mente, a Sinceridade no Coração, Toda Alma Carrega a Simplicidade, Até Que a Morte Cante a Sua Canção.

When You Ruled Out The Impossible, Whatever Remains No Matter How Improbable, Must Be The Truth.
 Arthur Conan Doyle
SUBSCRIBE DON’T CRITICIZE

Kuddza

Comments

comments

One Reply to “The Blind Side”