Low Life

 

Imagem de Mr.Dheo
Imagem de Mr.Dheo

Na infinidade do contra-tempo, conto segundos desfragmentados, dados lançados subjacentes Lei da Relatividade, projecções que duplicam consoante a expansão da Universalidade, espaços desencaixados no tempo dão segmento a diferentes linhagens, fracções representadas entre reflexões de personagens.

Tentar alcançar o que não existe, é como fazer curativos em sonhos que já te despediste, apenas resta a decomposição dos pedaços que faliram com a falta de concentração, é como degustar sentimentos sem validade, a miséria não afecta a mente, pois ela tem dupla identidade.

A minha alma sente-se desenquadrada, existe tanta diversidade na minha mente que a minha boca solta palavras que ainda não foram criadas, os meus olhos reflectem pensamentos sem incompreensibilidade, se tivesse que sonhar acordado alcançaria o Tipo 3 na escala da Bipolaridade.

If you do tomorrow what you did today, you will get tomorrow, what you got today.
Benjamin Franklin

Subscribe DON’T Criticize

Kudza

 

Comments

comments

4 Replies to “Low Life”

  1. Reparei que visitaste o meu blogue infantilidades e deixaste uma marca (com os gostos).
    Gostei da tua maneira de escrever. É muito ritmada… não foi por isso surpresa ler num comentário a outro artigo (The Little Titanic) a revelação de que “canta o que escreve”. É a forma mais natural de manter um ritmo na escrita. Já o fiz muitas vezes, geralmente usando canções conhecidas que tenham a forma que eu mais uso (o decassílabo dos sonetos). Noutras vezes a melodia nasce-me ao escrever (tenho pena de não saber tocar um instrumento).
    Posso fazer uma correção (e não uma crítica) ao teu texto? É “despediste” (não leva hífen). Como professor, não consigo ver uma incorreção e fazer de conta que não reparei.
    Continua a escrever. Tens uns textos muito interessantes e muito musicais.

  2. Obrigado pela visita, e pelo aviso do meu erro, em relação a minha escrita procuro defini-la num estilo que nem eu próprio conheço, na maioria das vezes os textos apenas aparecem na minha cabeça e eu apenas faço a tradução para o blog, na maioria das vezes nem faço ideia do que estou a escrever, achei o seu blog interessante, em certos pontos diferente, continuação de um bom trabalho.
    Hasta & Peace
    Kudza