Believe Hurts

Imagem de Banksy
 Banksy

Qual é o sentido em seguir um sentido obstruído? Escrevo para me relembrar de que nunca escrevi e ainda assim continuo esquecido, conquistei o corpo mas a mente permanece deturpada.

Era uma vez… e a história e vai repetitivamente sendo inautenticada, sou uma actualização de uma aplicação limitada por funcionalidades, vivo em uma Falsifidade Ideológica, representada por cópias de identidades, que foram enterradas e mais tarde desenterradas na Era Arqueológica.

Respeito a intensidade da minha privacidade, juntei o silêncio ao pensamento e obtive a insanidade.

Tu és o reflexo do meu interior, eu carrego o corpo e a alma, a vida é o interlocutor uma forma de contrato que nunca foi assinado, viver é como trabalhar ilegalizado, não existe confiança, muito menos garantia, apenas lágrimas de sofrimento no final de cada dia.

Somos idênticos porque partilhamos a mesma identidade, simétricos no pensamento mas distanciados da verdade, quero reverter o nosso plano de existência, dame a conhecer o teu mundo, que em troca te permitirei uma prévia comparência, será como uma negociação tridimensional, a separação do meu Eu e da minha projecção Astral.

“You can have more dan you got, because you can become more than you are”.
Subscribe DON’T Criticize

Kudza

Comments

comments

4 Replies to “Believe Hurts”

  1. Nossa, que texto é esse?!!! Bárbaro!!!

    ‘Tu és o reflexo do meu interior, eu carrego o corpo e a alma, a vida é o interlocutor uma forma de contrato que nunca foi assinado, viver é como trabalhar ilegalizado, não existe confiança, muito menos garantia, apenas lágrimas de sofrimento no final de cada dia.’

    Grato pelo murro!!

    AArteLiberta!
    D.

  2. Fala bem Bro, obrigado pela tua visita e pela tua força, continua ligado que vou continuando a mandar estes tipos de textos.

    Hasta & Peace
    Kudza